Leveza da alma - uma captura do ser através d... Silvinhapoeta R$20,00
CONVERSAS COM O TRAVESSEIRO Silvinhapoeta R$40,00
Palavra é arte Silvinhapoeta R$30,00
 

Silvinha Poeta

O corpo fala

Textos

Homenagem feita pelos filhos na sessão solene de apresentação de tese para Academia Botucatuense de Letras
AMO DEMAIS!

Mensagens enviadas pelos filhos: Eveline Rodrigues e Renan Pereira Rodrigues à mãe  Acadêmica Sílvia Aparecida Pereira

De Eveline Rodrigues

Ela sempre foi boa com as palavras. Eu nem tanto.

Lá em casa, a gente ganha poesia de presente! Eu, meu irmão e agora meu filho.

Foi ela quem nos ensinou a valorizar a língua e a cuidar dela com cautela em nossos textos e fala.

Em uma de suas escritas, ela diz que eu sou sua menina-flor. Ah, mãe! Se você soubesse que você é minha raiz e o meu solo.
.
Obrigada por me ensinar que somos do tamanho dos nossos sonhos. Que nada nesse mundo é impossível, muito menos para mulheres fortes como nós!

Que orgulho de você! Parabéns!



Renan Pereira Rodrigues, filho da Acadêmica Sílvia Pereira

Minha mãe batalhou muito pra me dar uma educação digna.

No meu ensino fundamental, ela se virou no avesso para que eu pudesse ter um ensino particular digno.

Mas apesar de ser professora de Português, foram raras as vezes em que precisei de uma aula dela. Não foi necessário pois sem perceber eu já havia herdado o dom dela. O dom da escrita e da leitura!

Hoje eu tenho a plena certeza de que, se escrevo bem minhas redações, se vou bem em Português e interpretação de texto é com certeza uma herança que ela já deixou pra mim!

Obrigado minha mãe por ter me dado esse presente valioso e por hoje me encher de orgulho, você é inspiração pra mim e eu te amo!

14-06-2019
Eveline Rodrigues e Renan Pereira Rodrigues
Enviado por Silvinhapoeta em 19/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras